“Carnívora”, Manuel Alves

capa

ALVES, Manuel – Carnívora, [s.l.], Smashwords, 2016

Sinopse: Andreia retoma a consciência, e a única pista acerca do seu passado é o cartão de identificação que mancha com dedadas de sangue. Até esse instante, a memória é um vazio tão estéril como o lugar em que se encontra, um laboratório imaculado. Antes de ter tempo para tentar perceber o que terá acontecido ao homem morto no chão, vozes invadem-lhe o pensamento. Vêm atrás dela.

Opinião: “Carnívora” mistura horror e ficção especulativa. Os traços dos dois géneros conseguem formar uma ideia-chave de enredo interessante, contudo, não apreciei a sua leitura. A narração cai em infodump, feito essencialmente através dos diálogos, o que, em conjunto com as repetições e uma certa “secura” da escrita, tornou-me a leitura aborrecida. Talvez as personagens pudessem ter aliviado essa sensação, contudo, apesar de se notar um esforço para serem apresentas como fortes e determinadas, considerei que a sua caracterização acabou por seguir linhas gerais já conhecidas.

Não foi um conto que detestei, mas tão pouco o apreciei.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s